Ir para o conteudo 1

Empregado da Dataprev pedala em sua bicicleta durante competição de IronmanÉ treinando diariamente para participar do seu 5º meio Ironman que Evandro Carvalho de Andrade, da Unidade de Desenvolvimento do Ceará (UDCE), passa o tempo livre. Além da maior prova de triatlo do mundo, o analista de TI já participou de corridas de longa distância no Rio de Janeiro, Florianópolis, Brasília, Miami e Orlando. O Ironman é uma modalidade bastante conhecida do triatlo, com mais de 260 provas distribuídas por todos os continentes, sendo cinco delas no Brasil. A próxima etapa acontecerá em Fortaleza, no fim do ano.

Com o objetivo de fugir do sedentarismo, Evandro começou a correr e pouco tempo depois enfrentou seu primeiro desafio. O Ironman 70.3, ou meio Ironman como é conhecido, aconteceu em 2013, na cidade de Miami. A competição incluía 1,9 km de natação, 90,1 km de ciclismo e 21,1 km de corrida.

No ano seguinte, Evandro completou seu primeiro Ironman Full, que tem o dobro do percurso do 70.3. A prova inclui 3,8 km de natação, 180,2 km de ciclismo e 42,2 km de corrida. Para o analista, a sensação de participar desse tipo de competição é inesquecível. Nem a diferença do clima de Fortaleza, cidade em que reside e treina, para Florianópolis, o impediu de ter um bom desempenho. Ele completou a prova em 15 horas, abaixo do limite determinado, que é de 17 horas.

"Eu lembro que estava tranquilo e apreensivo ao mesmo tempo. O clima em Florianópolis é bem mais ameno que o de Fortaleza. Na natação tive que usar uma roupa térmica para me proteger da baixa temperatura da água. Treinar com essa roupa no calor do Ceará é bem difícil, mas consegui me adaptar. Mesmo tendo finalizado quatro provas de Ironman Full, na hora da largada, ainda sinto aquela adrenalina como se fosse o primeiro", comenta o triatleta.

A iniciativa de melhorar sua qualidade de vida inspirou outras pessoas. Evandro já teve a companhia da irmã e da noiva em corridas e fez revezamento em uma prova do Ironman 70.3 com dois primos.

Corrida na Disney

Outro momento de desafio pessoal foi participar do Dopey Challenge (ou em português, Desafio do Dunga, um dos sete anões da Disney). Pela linguagem informal, Dopey pode ser traduzido como bobo e o nome da prova é uma referência à frase "Ninguém é tão bobo de correr 74 km em 4 dias".

A prova acontece dentro do complexo temático da Disney e o atleta deve correr quatro circuitos nos parques, um por dia. Nos dois primeiros dias são as corridas de 5 e 10 km. No terceiro e no quarto, acontecem a meia maratona (21 km) e a maratona (42 km), que fecha a competição.

Há oito anos na Dataprev, Evandro trabalha atualmente no SIBE-PU Perícias Médicas como scrum master. Ele é responsável por manter as práticas da metodologia para gestão e planejamento scrum, apoiar os outros participantes e manter a comunicação e colaboração ativa na equipe de desenvolvimento. Evandro esteve também envolvido em outros projetos como perícia de Benefício de Prestação Continuada pela Lei Orgânica da Assistência Social (BPC-LOAS) e Manutenção Direta de Benefícios (Indicadores SISBEN).

A prática esportiva é um hobby e as despesas com viagens e inscrições, que podem chegar a US$ 800, são custeadas pelo próprio analista. Mesmo como amador, Evandro tem uma rotina de treinos intensa. De segunda a sexta, os treinos começam às 5h30 e duram em média 2 horas. No fim de semana, os exercícios podem durar quase o dia todo, com pouco tempo livre para os eventos sociais.

Após seu casamento, o triatleta planeja intensificar os treinos visando o a competição de Fortaleza, que acontecerá no dia 25 de novembro. Ele também faz planos de participar de provas em lugares que ainda não competiu, como Barcelona e Havaí.

"As competições geram uma oportunidade de visitar novos lugares. Aproveito o momento para permanecer um ou dois dias a mais no local para passear com a família, que sempre me acompanham nesses eventos", completa Evandro.

Por dentro da Dataprev - Este espaço mostra a vida dos empregados dentro e fora da Dataprev.

Leia também: