Ir para o conteudo 1

Mesa de abertura do Expo TIC, que debateu transformação digital, tecnologia e negócios.A transformação digital foi tema da 2ª edição do Expo TIC Brasília. O evento, realizado na terça-feira (4), reuniu executivos, gerentes e profissionais de TIC na capital. André Leandro Magalhães, presidente da Dataprev, Luís Felipe Salin Monteiro, secretário de Tecnologia da Informação e Comunicação do Ministério do Planejamento, Thiago Camargo Lopes, secretário de Políticas Digitais do MCTIC, Glória Guimarães, diretora-presidente do Serpro, José Antônio Eirado Neto, vice-presidente de Tecnologia da Caixa, Gustavo de Souza Fosse, diretor de Tecnologia do Banco do Brasil, e Roberto Pinto Martins, diretor técnico-operacional da Telebras, compuseram a mesa de abertura do Expo TIC.

A Dataprev teve ainda duas outras participações no evento. O diretor de Tecnologia e Operações, Matheus Belin, se apresentou no painel Cloud no Governo – Tendências e Visões e os assessores da diretoria Elias Otavio de Paula Mussi e Antônio Hobmeir Neto compuseram o painel Segurança em Nuvem: Autenticação e Biometria.

O uso da tecnologia para prestar melhores serviços ao cidadão foi destaque na fala das instituições que abriram o evento. Luís Felipe Salin Monteiro chamou atenção ainda para a economia gerada ao empregar recursos do estado com racionalidade. Para o secretário, uma das formas de racionalizar gastos é se adaptar ao mundo digital. Thiago Camargo Lopes defendeu o mesmo. De acordo com o secretário, o governo precisa ser digital como a sociedade é. Thiago Camargo Lopes também aproveitou sua fala para parabenizar os prêmios recém conquistados pela Dataprev: Melhores & Maiores, da Exame, e A3P, do Ministério do Meio Ambiente.

O presidente André Leandro Magalhães expôs como a Dataprev está respondendo aos desafios da transformação digital. “Nós vivemos um cenário em que as instituições que não se adaptarem deixarão de existir. O cidadão exige celeridade no atendimento às suas demandas e é isso que o governo precisa estar preparado para entregar”, avaliou.

Um exemplo do trabalho de adaptação que vem sendo desenvolvido para que a empresa esteja na vanguarda da entrega de soluções que facilitem o acesso a serviços públicos é a GovCloud, estratégia de nuvem da Dataprev. Em sua participação no painel Cloud no Governo, Matheus Belin ressaltou que a empresa tem condições de ofertar serviços de nuvem para instituições públicas com a qualidade de players do mercado e a segurança de trabalhar em infraestruturas do Estado. “A Dataprev possui a tecnologia, assegura disponibilidade e escalabilidade do serviço e pode atuar da maneira que a legislação brasileira exige”, explicou.

O assunto voltou a ser debatido no painel Segurança em Nuvem: Autenticação e Biometria, moderado por Elias Otavio de Paula Mussi e com apresentação de e Antônio Hobmeir Neto. O assessor elencou vantagens da nuvem de governo disponibilizada pela Dataprev em ambientes Tier III e apresentou o Cidadão.Br. A solução de autenticação confere ao cadastro do cidadão níveis de confiabilidade à medida em que mais informações são confirmadas. O meio no qual os dados são informados também faz parte da avaliação da plataforma de autenticação na qual o usuário pode se cadastrar pela internet ou em instituições bancárias conveniadas.