Ir para o conteudo 1

A Dataprev conquistou em novembro a certificação Operational Sustainability no nível ouro para o Data Center São Paulo, a última do sistema de classificação Tier III. Com este reconhecimento, a Dataprev se torna a primeira empresa pública do país a receber este selo e completar o ciclo Tier III. O ambiente possui também os selos Design e Facility. A certificação é conferida pela organização internacional Uptime Institute, a entidade máxima em certificação de data center e única que pode emitir o certificado usando o padrão Tier.

"Este reconhecimento é fruto de todo o trabalho e dedicação da nossa equipe. E também dos investimentos realizados para manter data centers do mais alto padrão, que atendam às demandas dos nossos clientes, proporcionando uma experiência segura e confiável. Parabenizo todos os empregados da Dataprev por mais essa conquista”, destacou o presidente André Leandro Magalhães. 

O sistema Tier Classification é o padrão global reconhecido pela confiabilidade e o desempenho de data centers. O processo de certificação garante que as operações estão em alinhamento com os objetivos dos negócios e com as expectativas de disponibilidade. 

“Nossa preocupação é oferecer um diferencial competitivo na prestação de serviços para os nossos clientes. É bom saber que a nossa infraestrutura atende aos altos padrões exigidos pelo Uptime Institute e é reconhecida internacionalmente perante o mercado”, afirmou o diretor de Tecnologia e Operações, Matheus Belin.

A certificação Tier III é um dos resultados do Plano de Ação 2017, que traz as ações indispensáveis para que a Dataprev consiga atingir seus objetivos estratégicos. O Data Center Rio de Janeiro já passou pela auditoria do Uptime Institute e também deve receber em breve o selo Operational Sustainability.

Juntos, os data centers localizados no RJ, em SP e em Brasília da sustentam os serviços prestados pela Dataprev a clientes como o INSS, a Receita Federal e o Ministério do Trabalho. Conectados por circuitos de alta velocidade, os eles contam com parque tecnológico atualizado e salas-cofres certificadas e blindadas. Funcionam 24 horas por dia, sete dias por semana.

DCSP – Com a conclusão da reforma, o Data Center São Paulo passou a operar, em 2014, com uma nova sala-cofre de 209 m², além da anterior, de 75 m². Conta ainda com sala de telecomunicações, fitoteca, nova central de monitoramento, geradores e sistemas de refrigeração avançados. O local tem quase 140 empregados, mais de 240 servidores físicos e 940 virtuais. 

O ambiente já havia recebido os selos Tier III Design e Facility, que garantem que, dentro dos data centers, indisponibilidades relacionadas à parte elétrica ou térmica (ar-condicionado) serão resolvidas com outro sistema assumindo a função. Em termos práticos, isso quer dizer que qualquer item de energia é contingenciado e qualquer máquina tem duas fontes de energia diferentes, de dois circuitos distintos, o que elimina a necessidade de desligar o data center inteiro para realizar manutenção. 

Com essa estrutura, a Dataprev garante que o atendimento diário a 200 mil pessoas não seja interrompido. Depois da reforma, o data center de São Paulo não teve qualquer tipo de indisponibilidade de infraestrutura em mais de 1.461dias. 

DCD Global Awards 2017

O presidente aproveitou a oportunidade para também parabenizar toda a empresa, que foi uma das finalistas do DCD Global Awards, principal prêmio do setor de infraestrutura de data centers do mundo. A Dataprev concorreu na categoria Data Center Operation Team of the Year - Enterprise, ou Melhor Equipe de Gestão de Data Centers - Empresa, em português. E apesar de não ter vencido a categoria, está entre os quatro melhores times de 2017. 

“Temos muito que nos orgulhar. Chegamos a um seleto grupo e isso é também motivo de comemoração. A indicação ao prêmio reconhece que a Dataprev tem um dos melhores times de data centers no mundo. É muito bom saber que atingimos esse patamar”, afirmou o presidente André Leandro. 

O diretor Matheus Belin e coordenador de Gestão de Facilities, Eduardo Costa (na foto ao lado), estiveram na cerimônia de premiação, que aconteceu no dia 7/12 em Londres. 

O DCD Global Awards é uma premiação mundial promovida pela empresa Datacenter Dynamics para destacar iniciativas de inovação e eficiência em data centers. Os finalistas concorreram em 15 categorias e a edição deste ano incluiu projetos de vários países, entre eles, India, Indonesia, Japão, China, Austrália, Argentina, Brasil, México, Peru, Chile, Espanha, Alemanha, Suíça, Turquia Itália e Estados Unidos.