Ir para o conteudo 1

O diretor Matheus Belin e o superintendente Helton Moreira sobem ao palco para receber o prêmioA Dataprev recebeu na noite de terça-feira (26), na Cidade do México, o prêmio de ‘Melhor Prestação de Serviço Digital no Setor Público’ da edição latino-americana do DCD Awards 2017. A premiação internacional é promovida pela empresa Datacenter Dynamics para destacar iniciativas de inovação, eficiência e os melhores projetos da indústria de data centers na América Latina.

“É um orgulho receber esse reconhecimento internacional e saber que a Dataprev está bem posicionada no mercado externo. Ano passado, a empresa já havia sido contemplada no DCD Awards Brasil. Este ano, fomos além e nos superamos”, destacou o presidente André Leandro Magalhães.

Em 2016, a Dataprev foi premiada na edição brasileira do DCD Awards, quando recebeu o reconhecimento especial para Equipe de Data Center do Ano com o caso “Desafios Multidisciplinares na Gestão de Ambientes de Missão Crítica”.

“Este é o resultado de um trabalho de equipe. Em nome de toda a empresa, posso assegurar que a Dataprev vai continuar empenhada em atender cada vez melhor a sociedade”, ressaltou o Diretor de Tecnologia e Operações, Matheus Belin, que esteve na cerimônia de premiação, no Foro Masaryk, representando a Dataprev.

Além de Belin, também estiveram presentes o superintendente de Operações, Helton Moreira, e a coordenadora-geral de Comunicação Social, Marjorie Bastos.

Na foto acima, o diretor Matheus Belin e o superintendente Helton Moreira sobem ao palco para receber o prêmio.

Finalistas

Outras duas empresas brasileiras – Prodesp e Sabesp – e uma peruana (Corpac) concorreram na mesma categoria que a Dataprev em 2017.

Mais de 70 empresas e instituições públicas e privadas de toda a América Latina apresentaram projetos para as sete categorias do prêmio, mas apenas 28 finalistas foram selecionados por um corpo de jurados independente, composto por especialistas da indústria. A oitava categoria, “Contribuição Excepcional à Indústria do Data Center”, não contemplava finalistas e o ganhador foi eleito pelos jurados.

As oito categorias desta edição premiaram desde o conceito de design, transformação e inovação para a adoção de novas tecnologias até mesmo o capital humano operado pelos data centers.

A novidade este ano ficou por conta da inclusão de três novas categorias – totalizando 11 categorias –, cujos vencedores foram escolhidos por voto popular com o objetivo de envolver ainda mais o setor e obter maior reconhecimento. As categorias são: Fornecedor de Colocation do Ano, Engenharia-consultoria do Ano e Integrador de Sistemas do Ano.

A história do prêmio

Esta é a 6ª edição do DCD Awards Latin America. Após o sucesso do DCD Awards na Europa e no Japão, em 2011 a DCD decidiu trazer, pela primeira vez, os troféus para o Brasil. Na primeira edição, foram recebidas 62 candidaturas para 3 categorias. Um ano depois, em 2012, foi realizada a primeira edição do DCD Awards no México, com a ampliação para 6 categorias. E, em 2017, os dois eventos foram unificados com a ampliação para 11 categorias, contando a opinião da indústria em 3 delas.

O objetivo do prêmio é compartilhar histórias de inovação e design de vanguarda, que são características do setor. Durante a premiação são exibidas histórias que simbolizam o espírito pioneiro e o pensamento inovador por meio de projetos, pessoas e equipes que engrandecem o setor.

Desastre no México

Durante o evento foi solicitado aos convidados um minuto de silêncio em homenagem às vítimas do desastre no México.

O presidente da Dataprev aproveitou a oportunidade para, em nome de todos os empregados, prestar solidariedade ao povo mexicano após o desastre que atingiu a região central do país.

“É com profunda tristeza que a equipe Dataprev recebeu a notícia dessa tragédia. Que a população mexicana tenha força para superar este momento tão difícil”, concluiu.