Ir para o conteudo 1

Representantes da Dataprev recebendo o certificado de empresa cidadãA Dataprev recebeu, na última quarta-feira (23), o certificado de Empresa Cidadã 2016, concedido pelo Conselho Regional de Contabilidade do Estado do Rio de Janeiro (CRC-RJ), em cerimônia realizada na sede da Fecomércio-RJ. A certificação atesta que as informações contábeis da empresa relativas ao exercício de 2015 alcançaram os requisitos de qualidade estabelecidos pelo CRC-RJ, assim como reconhece e valoriza suas ações socioambientais e suas práticas de responsabilidade social. De 66 empresas inscritas, de diversos segmentos da economia brasileira, 51 receberam a certificação.

A certificação é uma parceria do CRC, da Firjan e da Fecomércio e conta ainda com apoio da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), entidades responsáveis pela análise das ações das empresas inscritas e seleção para as certificações. No processo de certificação das empresas, são avaliados quesitos como transparência, balanço social, demonstrações contábeis, valores de investimentos em Recursos Humanos, tecnologia, pesquisa e desenvolvimento e aplicação dos recursos.

Representaram a Dataprev na cerimônia de entrega do certificado a diretora de Pessoas Janice Brutto, o gerente do Departamento de Gestão Contábil, Jorge Sebastião, o coordenador-geral de Relações do Trabalho e Responsabilidade Socioambiental, Sérgio Basile, e o coordenador de Responsabilidade Socioambiental, Marco Aurélio da Silva. Durante a solenidade, Jorge Ribeiro dos Passos Rosa, coordenador da Comissão de Balanço Social do CRC/RJ, entregou a certificação aos representantes da empresa e agradeceu o empenho e a participação da Dataprev.

“A Dataprev vem investindo e incentivando diversas ações de responsabilidade socioambiental e sustentabilidade a nível nacional. É muito importante que as empresas tenham essa consciência e busquem alternativas que minimizem os impactos ao meio ambiente e a sociedade. Nós, como empresa pública, temos a obrigação de zelar pelo nosso país”, ressaltou Sérgio Basile.

Na mesma cerimônia, Jorge Sebastião recebeu o Diploma de Mérito Contábil - Empresa Cidadã, prêmio instituído em 2010 para homenagear os profissionais que se destacaram na elaboração das informações contidas nos balanços das organizações certificadas.

Segundo Marco Aurélio da Silva, coordenador da área responsável pela produção do Balanço Social da empresa, são reunidas no balanço da Dataprev todas as ações realizadas de acordo com a Política de Responsabilidade Socioambiental da empresa. "Nossa política tem como objetivo contribuir para o desenvolvimento humano, consolidar valores, práticas e comportamentos empresariais socialmente responsáveis, promovendo o exercício da cidadania e colaborando para a formação de uma sociedade justa, sustentável e solidária”, afirmou.

Criada em 2002, a certificação de âmbito nacional reconhece boas práticas de responsabilidade social e ambiental, além de demonstrações financeiras precisas, em empresas brasileiras de todos os portes. As grandes empresas são certificadas de acordo com o Balanço ou Relatório Socioambiental e das Demonstrações Contábeis do exercício de 2015. As pequenas e médias são avaliadas com base em formulário disponível no site do CRC/RJ, a ser preenchido pelas instituições inscritas.

Há 14 anos, essa ação incentiva as empresas a aprimorarem suas informações socioambientais. As instituições submetem seus relatórios socioambientais e demonstrações contábeis à avaliação dos professores de mestrado e doutorado da Faculdade de Administração e Ciências Contábeis da UFRJ. Os mestrandos analisam se as informações atendem aos requisitos para serem certificadas.

Recebem certificado as instituições que obtêm nota acima de 50% da pontuação estabelecida no regulamento do CRC/RJ. No ano passado, das 75 instituições de todo país que se inscreveram para obter a certificação 61 receberam o certificado. Os organizadores do evento observaram que nos últimos anos as empresas têm fornecido relatórios com notas explicativas muito mais detalhadas. Através da Lei 11.941/09, os relatórios seguem o International Financial Reporting Standards (IFRS), padrões internacionais utilizados por muitos países, a exemplo da China, Austrália, Japão, Canadá. Rússia e a Comunidade Europeia.