Ir para o conteudo 1

A Dataprev recebeu na noite desta terça-feira (6), em São Paulo, o prêmio de melhor projeto de cloud durante o DCD Awards Latin America 2018, premiação promovida pela empresa Datacenter Dynamics para destacar iniciativas de inovação e eficiência em data centers.

“É um orgulho estar aqui recebendo este prêmio e orgulho maior ainda por demonstrar como se pode fazer as coisas de maneira séria, de maneira responsável, numa empresa que, sendo estatal, consegue trazer inovação dentro de um mercado tão competitivo”, destacou Natalisio de Almeida Júnior, membro do Conselho de Administração da Dataprev.

Na cerimônia — que destacou os melhores projetos desenvolvidos na América Latina — a empresa foi finalista ainda em outras duas das oito categorias: Excelência na Operação de Data Centers e Melhor Projeto de Transformação do Data Center.

“Gostaria de agradecer a todos que trabalham conosco e aos funcionários da Dataprev. Este prêmio é o orgulho de um ano de trabalho muito árduo”, afirmou o diretor de Tecnologia e Operações, Matheus Belin.

Também receberam o prêmio pela empresa a superintendente de Operações, Valeria Cotia, e o coordenador de Gestão de Engenharia e Facilities, Eduardo da Costa Sousa.

Da esquerda para a direita: Marcus Queiroz, da Datacenter Dynamics, Natalisio de Almeida Júnior, Matheus Belin, Eduardo da Costa Sousa e Valeria Cotia
Da esquerda para a direita: Marcus Queiroz, da Datacenter Dynamics, Natalisio de Almeida Júnior, Matheus Belin, Eduardo da Costa Sousa e Valeria Cotia


Em 2017, a empresa também concorreu e venceu na categoria “Melhor Prestação de Serviço Digital no Setor Público”. Nesta edição, mais de 80 organizações inscreveram seus projetos nas sete categorias do prêmio. Os finalistas foram selecionados por um corpo de jurados composto por mais de 25 especialistas da indústria. Há ainda uma oitava categoria, que não contempla finalistas e cujo vencedor será eleito pelos jurados. Os projetos selecionados são de alta qualidade e mostram como as organizações estão transformando sua infraestrutura para se adequar às novas tecnologias e necessidades do mercado.


Equipe da Diretoria de Tecnologia e Operações reunida após a premiação, que destacou os melhores projetos desenvolvidos na América Latina


DCD Brasil – A premiação ocorreu ao fim do primeiro dia da 10ª edição do DCD Brasil, congresso que reúne mais de 1.200 profissionais de design, construção, administração e operação de data centers na América Latina.

Durante o evento, o diretor de Tecnologia e Operações, Matheus Belin, apresentou a jornada de transformação dos data centers da Dataprev, que se reflete na oferta de melhores serviços digitais ao cidadão (foto à direita).

“Nossa jornada de transformação de data centers afeta diretamente a cidadania, a partir do momento que atingimos 100% dos cidadãos. Significa que 35 milhões de pessoas são pagas mensalmente por meio do processamento de dados da Dataprev. Em 44 anos, idade que completamos no último dia 4 de novembro, a empresa não atrasou o pagamento uma só vez”, disse Matheus, dando ênfase aos dados sob guarda da empresa, como 26 bilhões de dados de remuneração, 55 milhões de cadastros de pessoa jurídica e 396 milhões de cadastros de pessoa física. “São números que consolidam a Dataprev no cenário nacional e reafirmam nosso dever, nosso objetivo central, que é o cidadão brasileiro”.

Com data centers no Rio de Janeiro, em São Paulo e Brasília, a Dataprev foi a primeira empresa pública a receber o selo Operations e completar o ciclo Tier III, em 2017. “Esse é o belo conjunto em que demonstramos o quão responsável é uma empresa pública ao fazer seu exercício de cidadania e cumprir sua responsabilidade pelo processamento de dados dos cidadãos”.

Matheus Belin participou ainda do painel “Cloud e Edge Computing: o futuro do data center”, ao lado de Bernardo Carneiro, da OLX; Anderson Santos, da Schneider Electric; e Marco Sinhoreli, da ShapeBlue. Foram debatidos desafios e vantagens, com foco na melhoria da experiência do usuário.

“Nosso planejamento estratégico tem como objetivo garantir a melhor experiência para o usuário, com a melhor performance. No serviço público onde necessariamente você não teria um determinado serviço, o Estado está presente”, explicou Matheus Belin.

Também durante o congresso, que reúne os principais players do setor, o coordenador de Gestão de Engenharia e Facilities, Eduardo da Costa Sousa (à esquerda), representou a Dataprev no Innovation Stage, onde apresentou o trabalho realizado para que o selo CEEDA - Certified Energy Efficiency in Data Centres Award — fosse conquistado. A Dataprev é a primeira empresa pública da América Latina a receber a certificação.

"Os data centers são um dos maiores consumidores de energia do mundo. Então, há uma preocupação muito grande de que esse consumo de energia seja eficiente. Buscamos essa certificação para comprovar para o mercado que não estamos preocupados só com disponibilidade, com redundância, e sim que tudo isso está sendo feito de uma maneira eficiente, zelando pelo investimento público que foi feito nesse sentido", afirmou o gestor.