Ir para o conteudo 1

Cinco dias de imersão tecnológica, absorvendo cultura de startup e experiências de Analytics avançado. A equipe vencedora do Hackathon 2017 visita esta semana (19 a 23/3) empresas de alta tecnologia no Vale do Silício, nos Estados Unidos, além de aceleradoras de startups, como as reconhecidas Plug and Play e Rocket Space.

A agenda inclui visitas técnicas a renomadas organizações, como a multinacional americana de serviços online e software Google, o centro de pesquisas da NASA,  museus de tecnologia da Intel e da história da informática, além de empresas que atuam no ramo de Analytics avançado, como a Data Robot e FICO.

Os quatro vencedores do Hackathon Dataprev em frente ao prédio da Google
Na foto, da esquerda para a direita, Carlos David, Daniel, Adriano e José Francisco

Na agenda da viagem consta também um workshop na empresa global de consultoria de gestão Accenture, onde a equipe vencedora do II Hackathon Dataprev vai apresentar o protótipo do aplicativo Prova de Vida, vencedor da maratona de programação.

Os quatro integrantes desembarcaram nos Estados Unidos no domingo (18). Além do analista de TI Adriano Dodó, autor da ideia vencedora, integram a equipe Carlos David Ribeiro Pasco, Daniel Xavier Araújo e José Francisco Barbosa Neto, também analistas de TI. Também acompanham a viagem o superintendente de Desenvolvimento de Software, Diogo Pizaneschi, e o diretor de Digital & Innovation da Accenture, Vinícius Fontes.


Na foto, da esquerda para a direita, Carlos Davi, Daniel, Diogo, José Francisco, Adriano e Vinícius

A maratona de programação da Dataprev aconteceu em outubro, no Rio de Janeiro, e a premiação da equipe vencedora foi um Innovation Safari, visita a empresas localizadas no Vale do Silício neste mês de março. Adriano Dodó conta que a ideia do aplicativo surgiu quando sua avó, cadeirante e beneficiária do INSS, precisou ir a uma agência bancária para fazer o processo de anual de prova de vida.

A dificuldade serviu de inspiração para que o analista de TI desenvolvesse o aplicativo para dispositivos móveis que permite aos beneficiários do INSS a possibilidade de realizar todo o processo sem a necessidade de deslocamento. O projeto foi desenvolvido com uso de tecnologia avançada de reconhecimento facial.

O Vale do Silício (Silicon Valley) fica na Califórnia, nos Estados Unidos, e é como ficou conhecida a região que compreende a baía de São Francisco, onde estão situadas várias empresas de alta tecnologia. O Vale abrange várias cidades do estado da Califórnia, como Palo Alto, São Francisco e Santa Clara, estendendo-se até os subúrbios de São José. Hoje a região é sede para várias empresas de alta tecnologia, muitas incluídas na Lista 500 da Fortune, além de empresas startups famosas, que levam suas soluções de lá para as principais cidades do mundo.

Sobre o Hackaton Dataprev
O Hackathon é uma maratona de programação que reúne programadores, analistas de sistemas e outros profissionais de TI para desenvolver, num trabalho intensivo em curto espaço de tempo, uma ideia ou projeto de software inovador e que tenha viabilidade e utilidade comprovadas. O termo Hackathon resulta da combinação das palavras em inglês "hack" (que significa programar de forma excepcional) e "marathon" (maratona).

Os participantes da maratona são finalistas que passaram pelas diversas etapas do Hackathon, desde a inscrição até a seleção dos projetos. Em 2017, foram 79 propostas inscritas, representando uma elevação de mais de 100% em relação à quantidade de inscrições de 2016.

Na etapa seguinte, 20 projetos finalistas foram selecionados. Os critérios avaliados pela comissão interna multidisciplinar abrangeram criatividade, inovação, compatibilidade da solução com o tema escolhido e viabilidade de implementação. Desses, cinco foram selecionados pela Diretoria Executiva da Dataprev para serem desenvolvidos ao longo da maratona.