Ir para o conteudo 1

No palco, gerente da Dataprev faz apresentaçãoNos dias 5 e 6 de dezembro, a Dataprev participou da primeira edição do Simpósio Paraibano de TI e Gestão Pública, realizado no Centro Cultural Ariano Suassuna, do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, em João Pessoa. O evento foi idealizado por um grupo de órgãos e empresas públicas com o objetivo de dividir conhecimento sobre tecnologia e gestão em busca de melhores práticas e ações colaborativas que possam dar apoio à evolução das políticas públicas. (Na primeira foto, o gerente de Novos Negócios da Dataprev, Edmar Ferreira Junior).

“Dizem que os opostos se atraem. Neste cenário, a Tecnologia da Informação tem um casamento perfeito com a Gestão Pública. É o avanço da modernidade com a necessária diminuição da morosidade da Gestão Pública, que precisa prestar mais e melhores serviços à coletividade, com eficiência, eficácia e efetividade”, destacou o presidente-conselheiro do Tribunal de Contas do Estado da Paraíba, José Carlos Torres Pontes (na foto abaixo, à direita). Anfitrião do evento, ele deu as boas-vindas aos mais de 200 profissionais presentes.

Representando André Leandro Magalhães, presidente da Dataprev, e todas as empresas envolvidas na produção do evento, o gerente de Novos Negócios da empresa, Edmar Ferreira Junior, ressaltou os importantes desafios que envolvem os órgãos públicos.

“TI e Gestão Pública são mesmo opostos que se atraem. A bandeira do Brasil mostra isso. É a ordem e o progresso andando juntos: a Administração Pública, enquanto ordem, e a tecnologia impulsionando enquanto progresso. E o desafio que nos move é como fazer com que o governo se torne tão ágil e eficiente em termos de legislação e serviço para os cidadãos, e como discutir questões de privacidade de dados de governo na contramão das tecnologias disruptivas que presumem uma abertura grande de informações”, destacou Edmar Ferreira.

Tendências

Profissionais de diferentes órgãos públicos se reuniram para conhecer casos de sucesso, metodologias, ferramentas e tendências que possibilitam a prestação de serviços públicos com eficiência e qualidade. Além da Dataprev, também participaram do Simpósio representantes de tribunais da Paraíba – TCE, TRE, TJ -  do Serpro, do Tribunal Regional do Trabalho da 13ª região, da Polícia Federal, da Companhia de Processamento de Dados da Paraíba (CODATA) e da Assembleia Legislativa. 

O evento contou, ainda, com uma série de palestras, como a experiência do DECOLA-JE, apresentada pelo Tribunal Superior Eleitoral. Os desafios de dar celeridade aos processos trabalhistas foi tema da exposição do Tribunal Regional do Trabalho, que apresentou um protocolo que permite a integração de todos os órgãos da Justiça para agilizar os processos judiciais.

A Dataprev apresentou importantes frentes de trabalho ao longo do evento. No primeiro dia, o gerente da Unidade de Desenvolvimento Paraíba, Mário Alves (na foto ao lado, à esquerda), fez uma palestra explicando detalhadamente todo o processo necessário para que o resultado que está no planejamento estratégico se transforme em ações de gestão ágil na área de desenvolvimento. 

Mário Alves falou como a Dataprev está posicionada no cenário de Governo Digital e sobre a atuação da Paraíba neste importante processo. Citou, como exemplos, a divulgação mensal do índice do Caged e o desenvolvimento de plataformas de trabalho e emprego que estão mudando radicalmente a forma do cidadão se relacionar com o Governo Federal, como o Sine Fácil, a CTPS Digital e o Portal Emprega Brasil, todos desenvolvidos no estado. Todos os temas são abordados na nova edição da Revista Dataprev Resultados

O segundo dia começou com a apresentação do Tribunal de Justiça da Paraíba sobre Usabilidade e Interfaces de Aplicações, experiência da Diretoria de Tecnologia do órgão. Em seguida, o Tribunal de Contas exibiu os Painéis de Acompanhamento para Gestão, que utilizam Business Intelligence e ferramentas como Tableau, Qlik e a Microsoft.

A Dataprev apresentou os principais negócios da empresa e mostrou um panorama da evolução da TI no mundo, dando ênfase ao uso de Big Data e Analytics como tecnologias consolidadas, além de ressaltar algumas tendências -  Computação Cognitiva, Blockchain e Internet das Coisas - que estão em estudo pela empresa.

O gerente de Novos Negócios, Edmar Ferreira Junior, falou sobre os volumes de dados expressivos que a Dataprev processa e que viabilizam o pagamento mensal de 34 milhões de benefícios da Previdência. O  desenvolvimento de aplicativos como o Sine Fácil e a CTPS Digital foram detalhados durante a palestra do gerente de contas do Ministério do Trabalho, Flávio Ronison (na última foto).

“O seguro-desemprego é um benefício que funciona como impulsionamento social e o programa é sustentado em três pilares: benefício, qualificação e a intermediação de mão de obra, que é a tentativa de recolocação do cidadão no mercado de trabalho”, citou Ronison. 

Para encerrar a participação da empresa no simpósio, o analista de TI, Ricardo Roberto, falou sobre o reconhecimento de padrões para área jurídica e plataformas cognitivas como chatbots e apresentou a Dataprev Intelligence Virtual Assistent (DIVA).

O simpósio teve também exposições da área de segurança da CODATA e da Célula PMI de Pernambuco, além de uma palestra do Tribunal de Justiça da Paraíba sobre Automação de Testes. A programação incluiu, ainda, apresentações culturais do coral do TCE da Paraíba e do Studio Movere.