Ir para o conteudo 1

Imagem do pôster do HACKPUC, festival de cultura digitalCom o objetivo de promover a produção e difusão da cultura digital e da economia criativa, o HACKPUC 2017 é um dos três projetos culturais patrocinados pela Dataprev esse ano. A terceira edição do festival, que será realizada no campus da PUC-Rio, em julho, está com inscrições abertas até o dia 30 de junho. O evento reunirá estudantes, empreendedores e profissionais de tecnologia em um festival de cultura digital gratuito.

O festival conta com uma maratona de programação que reúne anualmente cerca de 150 universitários para o desenvolvimento de soluções inovadoras e que tragam benefícios para a população. Segundo a organização do evento, são esperados em média 1500 universitários, empreendedores e startups de todo o Brasil para criar, inovar e construir projetos focados em soluções para resolver problemas existentes na sociedade.

A programação do HACKPUC conta com três grandes atrações: o Hackathon, maratona de desenvolvedores de soluções digitais, Starup Race, programa de imersão para a criação de uma startup, e a Mostra Maker, com projetos voltados para as áreas de ciência e tecnologia.

Além de maratonas e uma mostra de projetos inovadores, o evento terá palestras, performances, exposições e apresentações. Toda a programação é dividida em dois finais de semana, com atividades gratuitas para toda a família. Interessados em participar podem se inscrever no site www.hackpuc.com. Podem se inscrever estudantes universitários, pós-graduandos ou cursando MBA (checar regulamento). Os projetos finalistas receberão prêmios em dinheiro ou produtos.

Sobre as atividades:

Hackathon (de 21 a 23 de julho)

Durante 36 horas seguidas, os estudantes participam de uma maratona de programação para o desenvolvimento de aplicativos e soluções tecnológicas inovadoras para internet ou celular. Após o prazo, os projetos serão apresentados e avaliados por um júri, considerando quatro critérios: originalidade, dificuldade tecnológica, viabilidade tecnológica e utilidade.

Startup Race (de 28 a 30 de julho)

Em três dias, diferentes equipes serão montadas em um ambiente de cooperação, onde mentores irão orientá-las a criar um modelo de startup viável e de iniciativa inovadora. Ao final do processo, o negócio desenvolvido terá a oportunidade de ser apresentado para um grupo de investidores. A Startup Race é uma oportunidade ampliar a rede de relacionamentos e de transformar uma ideia em uma empresa.

Mostra Maker (dias 22, 23, 29 e 30 de julho)

Espaço para exposição de projetos criativos voltados para as áreas de ciência e tecnologia, onde o público poderá interagir com projetos de diversas áreas, desde que tenha ligação com tecnologia, robótica, design, engenharia ou impressão 3D.

Patrocínio – A Dataprev foi aprovada como contribuinte incentivadora pela Prefeitura do Rio em 2016 e os projetos culturais foram selecionados a partir de inscrição disponível no Portal Dataprev e análise de uma equipe multidisciplinar com participação de áreas estratégicas da empresa. A seleção teve como foco projetos em consonância com o planejamento estratégico da empresa, além das diretrizes governamentais. Além do HACKPUC 2017, também recebem incentivo de até 20% do total do ISS apurado na empresa o MAR na Academia e o Museu da Vida, da Fiocruz.

A política de patrocínios da Dataprev tem como objetivo investir em ações de natureza cultural, social, ambiental ou educacional que, preferencialmente, valorizem a democratização do acesso à Tecnologia da Informação e Comunicação. As ações devem garantir à Dataprev a valorização da marca e da imagem institucional, a interação do público com seus programas, produtos e serviços e a consolidação da empresa em seus principais segmentos de atuação.

Sobre a Dataprev – Empresa do governo federal que fornece soluções de tecnologia para políticas públicas estratégicas e sociais, a Dataprev se tornou uma referência de qualidade no processamento e no tratamento de grandes volumes de dados. Guarda e faz a gestão do Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), maior banco de dados da América Latina, que permite a concessão automática de vários direitos sociais, como aposentadorias, salário-maternidade e seguro-desemprego.