Ir para o conteudo 1

jovens em visita ao museu de arte do rio de janeiroJovens aprendizes da Dataprev visitaram na última quinta-feira (6) o Museu de Arte do Rio (MAR), na Praça Mauá. A empresa é uma das patrocinadoras do  projeto MAR na Academia, por meio da Lei de Incentivo à Cultura.

Em um espaço que integra educação, cultura e tecnologia, os participantes tiveram a oportunidade de conhecer as instalações do museu e aprender sobre a cultura nacional em exposições multimídias, com o auxílio e orientação de um monitor do MAR, que realizou o percurso e os instruiu sobre as mostras culturais. 
 
Promovido pela Coordenação de Responsabilidade Socioambiental (CORS), a visita contou com duas turmas, uma pela manhã e outra à tarde, para que os estudantes pudessem participar sem prejudicar seu horário escolar. A coordenadora-geral do Gabinete da Presidência da Dataprev, Rosângela Patrício, acompanhou as visitas representando o presidente da empresa, André Leandro Magalhães, que, por conta de uma agenda em Brasília, não pôde comparecer. Rosângela conversou com os dez jovens sobre a importância da participação em atividades culturais.
 
“Quero agradecer, em nome do presidente da Dataprev, a presença de todos vocês que vieram aqui hoje. Nós temos um grande objetivo na empresa que é investir na melhoria da vida dos brasileiros. E nada melhor para transformar o nosso país, que estimular a juventude a conhecer e valorizar a nossa diversidade cultural. Vocês estão de parabéns por estarem aqui”, ressaltou.
 
Durante a visita guiada, os estudantes percorreram a exposição Dja Guata Porã – Rio de Janeiro Indígena, com curadoria de Sandra Benites, José Bessa, Clarissa Diniz e Pablo Lafuente. A exposição retrata a história da população indígena no Rio de Janeiro e a formação da cidade a partir da herança cultural dos índios. A mostra, que inclui áudios, vídeos, e elementos do cotidiano indígena, tem o objetivo de dar visibilidade à história, trajetória e contribuição dos índios para a construção da realidade que vivemos.
Rosângela Patrício fala para grupo de jovens aprendizes durante visita ao museu
Em seguida, eles conheceram a exposição Meu mundo teu, de Alexandre Sequeira, que reúne as experiências, obras e vivências do artista. No mesmo espaço, exploraram a Constelação de Tião, projeto realizado em parceria com Aline Mendes, moradora e ativista do Morro da Providência, no Centro do Rio. A Constelação de Tião engloba vasto material fotográfico feito pelo morador Sebastião Pires de Oliveira, na década de 60 e 80, nos morros da Providência e Pinto, trazendo para o público referências e registros inéditos da vida e cultura da Zona Portuária.
 
O jovem aprendiz, Jean Matheus Tavares (foto à esquerda), de 19 anos, morador da comunidade da Mangueira, que trabalha na Dataprev desde 2016, falou sobre a experiência em conhecer o MAR. “O monitor criou uma dinâmica legal, com facilidade de entender. Deu para aprender e agregar muita coisa sobre a nossa história”, afirmou.
 
Jean Matheus Tavares, jovem aprendiz, posa em frente a obra exposta na entrada do MAR
MAR na Academia - O MAR na Academia foi um dos projetos culturais patrocinados pela Dataprev em 2017, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura.
 
A iniciativa apoia os processos de aperfeiçoamento dos cursos universitários de formação de professores de arte para o ensino fundamental, por meio de estágios, cursos de extensão, fomento à pesquisa, formação de acervo bibliográfico, publicações, colóquios e uma série de debates que compõem sua agenda. Além do MAR na Academia, os projetos culturais que recebem incentivo de até 20% do total do ISS apurado na empresa serão o HACKPUC 2017 e o Museu da Vida, da Fiocruz.
 
 
Guia do MAR orienta jovens aprendizes da Dataprev durante visita
Sobre a Dataprev - Empresa do governo federal que fornece soluções de tecnologia para políticas públicas estratégicas e sociais, a Dataprev se tornou uma referência de qualidade no processamento e no tratamento de grandes volumes de dados. Guarda e faz a gestão do Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), maior banco de dados da América Latina, que permite a concessão automática de vários direitos sociais, como aposentadorias, salário-maternidade e seguro-desemprego.