Ir para o conteudo 1

Um dia dedicado ao aprendizado de ciências, história, tecnologia, comunicação e saúde pública. Essa foi a experiência de 25 jovens aprendizes e estagiários da Dataprev nesta sexta-feira (18). A visita guiada ao Museu da Vida percorreu as instalações de laboratórios, exposições, parque ao ar livre, biblioteca, entre outras atrações, que integram os espaços destinados às pesquisas científicas e à democratização do conhecimento, localizado em Manguinhos, Zona Norte da cidade. A empresa é uma das patrocinadoras da instituição, por meio da Lei de Incentivo à Cultura.

Entre os locais visitados está o Parque da Ciência, com 2.400 metros quadrados e exposições divididas em três eixos principais: Energia, Comunicação e Organização da Vida. No clássico castelo da Fiocruz, o monitor Matheus Santos explicou aos jovens sobre o legado deixado pelos médicos e cientistas Carlos Chagas e Oswaldo Cruz, grandes referências em pesquisa e saúde pública no Brasil e no mundo.

Para Ana Carolina Gomes (foto à direita), Jovem Aprendiz da Dataprev, o que mais impressiona é a arquitetura do castelo. “Eu sempre tive curiosidade de conhecer o museu da Fiocruz. Eu gostei muito de ver como o prédio é conservado, de aprender a história do lugar e como ele foi importante para a área de saúde como um todo”, ressaltou.

A ação foi a primeira produzida pela Dataprev, que pretende estender também aos filhos de empregados. “Eu acredito que todos deveriam ter acesso aos lugares culturais, museus, exposições, teatro. É muito importante porque nós adquirimos conhecimento e novas experiências que levamos para a vida. Todas as empresas deveriam promover esse tipo de atividade”, disse Ana Carolina.

Museu da Vida – O Museu da Vida foi um dos projetos culturais patrocinados pela Dataprev em 2017, por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura. Criado em 1999, conta com espaços, como um castelo, uma pirâmide, uma tenda de teatro, laboratórios, trilhas histórico-ecológicas, um borboletário e salas de exposições. O local recebe cerca de quatro milhões de visitantes por ano, a grande maioria estudantes e professores da rede pública de ensino. Além Museu da Vida, os outros dois projetos culturais recebem o incentivo de até 20% do total do ISS apurado na empresa: o HACKPUC 2017 e o MAR na Academia.

Sobre a Dataprev – Empresa do governo federal que fornece soluções de tecnologia para políticas públicas estratégicas e sociais, a Dataprev se tornou uma referência de qualidade no processamento e no tratamento de grandes volumes de dados. Guarda e faz a gestão do Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), maior banco de dados da América Latina, que permite a concessão automática de vários direitos sociais, como aposentadorias, salário-maternidade e seguro-desemprego.