Acompanhe a Dataprev

Foto da nova presidente da Dataprev, dos membros do Conselho de Administração e o ex-presidente André Leandro MagalhãesA executiva de Tecnologia de Informação, Christiane Almeida Edington, tomou posse como presidente da Dataprev, na tarde desta quinta-feira (28), durante a reunião do Conselho de Administração, em Brasília.  

Segundo Christiane, um dos focos de sua gestão será a transformação digital dos serviços públicos.

Trajetória

Christiane Edington é graduada em Processamento de Dados, tem pós-graduação em Engenharia de Software pela Universidade Federal da Bahia, MBA pela Fundação Getúlio Vargas e MBA Executivo pela IESE Business School, em Barcelona.

A executiva possui sólida experiência em Tecnologia da Informação e no setor de telecomunicações. Atuou durante oito anos como VP de Tecnologia da Informação e Processos da Telefônica Vivo e posicionou a área como diferencial competitivo na implementação de diversos projetos estruturantes de M&A e transformação digital. Pelos resultados alcançados, foi eleita três vezes executiva de TI do ano pela Informática Hoje e IT Mídia.

Christiane é membro do Conselho de Administração das Lojas Renner e participa também do Conselho Assessor da CIONET, rede mundial de líderes de TI. Integrou, ainda, o Conselho de Administração da LIQ, além de ter atuado como conselheira em várias empresas.

Acredita que todos podem contribuir para melhorar o país, razão pela qual participa do Programa Pulsar da Fundação Everis como mentora de meninas entre 14 e 16 anos e é associada ao Grupo Mulheres do Brasil. Também atua em grupos assistenciais, como o CIO Solidário, e em projetos educacionais com uso intensivo da tecnologia, a exemplo do Projeto Educacional Brasil.

Christiane, baiana, casada e mãe de dois filhos, é a primeira mulher a ocupar a presidência da Dataprev.
 

Na foto, da esquerda para a direita: Renato Rodrigues Vieira; Cinara Wagner Fredo; André Leandro Magalhães; Christiane Almeida Edington; Alexandre Manoel Ângelo da Silva; Mônica Hajaij Carvalho Molina; e Natalísio de Almeida Júnior