Ir para o conteudo 1

Autoridades em mesa de debate sobre o Documento Nacional de IdentificaçãoO presidente da Dataprev, André Leandro Magalhães, participou de uma mesa de debate sobre a implantação do Documento Nacional de Identificação (DNI), que reunirá diferentes registros civis – como CPF e título de eleitor - em um único documento, com validade em todo território nacional. Ele falou sobre a disponibilidade da empresa em ser parceira do projeto durante o 72º Encontro do Colégio de Presidentes dos Tribunais Regionais Eleitorais (COPTREL), realizado nos dias 12 e 13/4, em Bento Gonçalves, na Serra Gaúcha. A Dataprev foi uma das patrocinadoras do encontro.

Também estiveram no evento o superintendente Negócios e Inovação, Edmar dos Santos Ferreira, e a assessora da Superintendência de Relacionamento e Gestão de Serviços, Beatriz Garrido, que tem como principal objetivo discutir a modernização da Justiça Eleitoral.

“A Dataprev é guardiã de um dos maiores tesouros desse país, que são as informações e os dados fundamentais da população. Estão sob a responsabilidade da empresa, mais de 29 bilhões de dados sociais”, falou o presidente referindo-se ao Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), o maior da América Latina.

O presidente destacou também os investimentos realizados nos três data centers da empresa, que passaram a oferecer ambientes tecnológicos mais robustos, com capacidade para atender com segurança e consistência às demandas das políticas sociais do país.

“A Dataprev conquistou em 2017 a certificação Operational Sustainability no nível ouro para os Data Center São Paulo e Rio de Janeiro, a última do sistema de classificação Tier III. Com esses reconhecimentos, nos tornamos a primeira empresa pública do país a receber este selo e completar o ciclo Tier III”, ressaltou.

Falou, ainda, sobre a recente parceria entre a Dataprev, o INSS e os bancos, que tem o objetivo de facilitar o acesso a serviços do Governo Federal sem que o cidadão precise ir até a rede de atendimento.

“O Núcleo de Autenticação Interbancária permite que instituições financeiras gerem uma senha inicial para seus clientes pelo internet banking. Com esse código, o usuário passa a ter acesso a serviços como o Meu INSS, o Sine Fácil e a CTPS Digital por meio da plataforma de autenticação eletrônica Cidadão.BR, desenvolvida pela Dataprev”, frisou. 

Também compuseram a mesa de debates sobre o tema o secretário de Tecnologia da Informação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Giuseppe Janino, e o diretor de Tecnologia da Informação do Banrisul, Jorge Fernando Krug. 

O COPTREL tem como finalidade reunir presidentes de todos os tribunais regionais eleitorais, com o intuito de promover o debate sobre projetos implementados para oferecer serviços melhores aos eleitores brasileiros. O Colégio é presidido pelo desembargador Márcio Vidal, presidente do Tribunal Regional Eleitoral do Mato Grosso (TRE-MT). O anfitrião do evento foi o presidente do TRE-RS, desembargador Carlos Cini Marchionatti.

Na foto acima, o advogado Ademar Piccoli, o presidente da Dataprev, André Leandro Magalhães, o secretário de Tecnologia da Informação do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Giuseppe Janino, o diretor de Tecnologia da Informação do Banrisul, Jorge Fernando Krug, e o desembargador Carlos Cini Marchionatti, presidente do TRE-RS.

O evento contou com a participação de 120 pessoas, com programação voltada aos presidentes e diretores-gerais dos TREs, assim como grupos de Comunicação, Tecnologia da Informação (TI) e escolas judiciárias.

Além do DNI, assuntos como o uso do Processo Judicial Eletrônico nas Eleições 2018; as tendências de tecnologia e inovação para o Poder Judiciário; e a implantação da política de Governança na Justiça Eleitoral também estão entre os temas abordados em palestras e apresentações.