Portal do Governo Brasileiro

Avanços e desafios da Previdência Social são apresentados no Painel Telebrasil

Enviado por Marcela D'Alessandro - Sexta, 03 de junho de 2011

A modernização tecnológica e as questões do Plano de Expansão das Agências da Previdência Social (PEX) pelo Brasil estiveram presentes no discurso do presidente da Dataprev, Rodrigo Assumpção, durante apresentação em palestra no 55º Painel Telebrasil nesta quinta-feira (2). O evento, promovido pela Associação Brasileira de Telecomunicações (Telebrasil) desde quarta-feira (1), reuniu lideranças dos setores público e privado para debater temas de relevância para o desenvolvimento nacional.

No painel “Soluções completas com TICs em Banda Larga para a Saúde e Previdência Social”, Assumpção ressaltou que a intenção da Dataprev é ser o principal provedor de soluções tecnológicas para a gestão das informações previdenciárias, trabalhistas, sociais e de registros civis da população brasileira. Para atingir esse objetivo, segundo ele, a empresa trabalha – entre outras frentes – na modernização tecnológica a partir da migração da plataforma alta para baixa. “Hoje temos 14 bilhões de dados em bases do Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS). Esse número dará um salto para mais de 40 bilhões com a migração,” estimou.

Com o atendimento de clientes como Ministério da Previdência Social, Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), Ministério do Trabalho e Emprego, Receita Federal do Brasil, Instituições financeiras, entidades de Previdência Complementar e empresas públicas e privadas, a Dataprev também responde por 28 milhões de benefícios processados por mês, sete milhões de Guias da Previdência Social processadas mensalmente, 58 mil caixas de e-mail administradas e 49,4 mil equipamentos conectados à rede da Previdência Social.

Para o presidente da Dataprev, o investimento em tecnologia foi peça-chave para os avanços da Previdência. “Com a modernização tecnológica, pretende-se fazer a concessão automática de benefícios ao segurado, melhorar a qualidade do atendimento, reduzir os riscos de erros e fraudes nos sistemas, e ampliar o acesso aos serviços ofertados,” explicou.

Entre os avanços já em andamento na Previdência Social devido ao desenvolvimento tecnológico, Assumpção citou a concessão da aposentadoria em até 30 minutos, o extrato previdenciário – em expansão para a Caixa e já disponível pelo Banco do Brasil – e a carta-aviso, que informa ao segurado quando já tem todas as condições para requerer a aposentadoria, além da ampliação da capacidade de processamento dos dados para mais de 27 milhões de benefícios por mês.

Apesar desses e outros avanços, Assumpção também destacou algumas dificuldades na expansão da Previdência Social no país. “A rede da Previdência é extensa e tem problemas significativos. Em 2006, seu Conselho de administração aprovou uma medida elevando para 512 K o mínimo de conexão de qualquer Agência. Até hoje, em 2011, de toda essa rede de atendimento, com mais de 1.100 unidades, ainda há mais de 140 agências que não alcançaram esse patamar mínimo decidido em 2006,” contabilizou o presidente da Dataprev. “Hoje, o principal gargalo do PEX é exatamente a oferta de conectividade nas cidades com mais de 20 mil habitantes.”

Segundo Assumpção, esse é um elemento que precisa ser rapidamente resolvido. “A solução desses gargalos permitirá uma expansão contínua e a criação de serviços agregados que possam levar efetivamente a presença do Estado e da Previdência Social a todos os lugares desse país”, concluiu o presidente da Dataprev.


Tags: , , , , , , , , , ,


Dataprev - Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social
Centro Empresarial Parque Cidade Corporate
Setor Comercial Sul Quadra 9 Bloco A, Torre B, 1º e 2º andares - Brasília - DF - CEP 70308-200
Telefone: +55 61 3207-3000
Logo da Licença Creative Commons Todo o conteúdo está licenciado sob a CC-by-sa-2.5, exceto quando especificado em contrário e nos conteúdos replicados de outras fontes.