Portal do Governo Brasileiro

Agenda de autoridades

Enviado por Aline Pessotti - Segunda, 17 de novembro de 2014

RODRIGO ASSUMPÇÃO – Presidente da Dataprev
17/11
18/11
19/11
20/11
21/11
Reunião Interna
Local: DATAPREV, Brasília/DF
 
Viagem
Brasília / Rio de Janeiro
Reunião Interna
Local: DATAPREV, Rio de Janeiro/RJ
Reunião Interna
Local: DATAPREV, Rio de Janeiro/RJ
Reunião Interna
Local: DATAPREV, Rio de Janeiro, RJ
Reunião Interna
Local: DATAPREV, Rio de Janeiro/RJ

Viagem
Rio de Janeiro / Brasília

(mais…)


Tags: , , , , , , ,


Agenda de autoridades

Enviado por Aline Pessotti - Terça, 04 de novembro de 2014

RODRIGO ASSUMPÇÃO – Presidente da Dataprev
03/11
04/11
05/11
06/11
07/11
Reunião Interna
Local: DATAPREV, Brasília/DF
 
Viagem
Brasília / Rio de Janeiro
Reunião Interna
Local: DATAPREV, Rio de Janeiro/RJ
Reunião Interna
Local: DATAPREV, Rio de Janeiro/RJ
 
Viagem
Rio de Janeiro / Brasília
 
Reunião Interna
Local: DATAPREV, Brasília/DF
Viagem
Brasília / Belo Horizonte
 
Reunião Interna
Local: Brumadinho/MG
Reunião Interna
Local: Brumadinho/MG

(mais…)


Tags: , , , , , , ,


Excelência Operacional

Enviado por Dataprev - Terça, 04 de novembro de 2014

Principais Benefícios Alcançados em 2013 – Excelência Operacional

  • Em relação as estruturas de bancos de dados, realizou-se a padronização de versões de SGBDR e prova de conceito com outras tecnologias baseado em aplicações complexas (transações/PL/FORMS). Foi definido modelo de integração de aplicações híbridas (Oracle – Postgree), visando a implementação de solução alternativa a SGBD Oracle. Adicionalmente foram identificadas aplicações candidatas a migração e iniciada a implantação de ambiente de alta disponibilidade para Bases de Dados Postgree.
  • Os projetos relacionados a garantia de alta disponibilidade dos ambientes computacionais dos principais sistemas de informação mantidos pela Dataprev, foram também evoluídos. Destaca-se a implantação de alta disponibilidade local para o SIBE – Sistema de Benefícios e SIRC -  Sistema Nacional de Informações de Registro Civil, proporcionando melhoria na continuidade do negócio.
  • Realizadas obras de infraestrutura no Centro de Processamento São Paulo (Chilers; subestação elétrica; sala de geradores; sala UPS; Sala do NOC – Centro de Operações) que passou a operar, em 2014, com uma nova sala-cofre e demais áreas reformadas (sala de telecomunicações, fitoteca, etc) totalizando um data center com área total de 350 m². O processo de monitoramento também foi aperfeiçoado inclusive para os equipamentos de rede elétrica e de climatização e acondicionamento de ar.
  • No que se refere aos resultados de modernização da infraestrutura do Centro de Processamento do Rio de Janeiro (CPRJ), a Dataprev realizou a preparação da área para a nova Sala Cofre e ampliação da capacidade elétrica do CPRJ (com valor provisório para 1200KVA), possibilitando a disponibilidade de energia para instalação de novos equipamentos e melhor salvaguarda dos equipamentos do sistema de climatização e acondicionamento de ar.
  • Elaborado novo modelo de proteção de dados e realizado estudo identificando as necessidades de aquisições futuras, para a expansão/atualização das atuais soluções de proteção de dados e para as novas soluções de proteção de dados, que permitirão a melhoria dos processos de backup e restore.
  • Firmado contrato para fornecimento de equipamentos de rede para implantação do novo modelo de Redes LAN (10 Gb) dos Centros de Processamento. A nova arquitetura de Data Center, baseada na tecnologia ethernet, em 10Gbps, oferecerá a infraestrutura de rede adequada aos Centros de Processamento para implantação dos novos servidores, permitindo a racionalização dos recursos da rede e agregando modernização tecnológica. Concluídas as instalações da Rede de Acesso Satélite e Região III e dos novos circuitos de Internet para o Centro de Processamento Rio de Janeiro e Distrito Federal, com ampliação da capacidade de vazão da Internet.
  • Realizada a adequação da infraestrutura de armazenamento por meio da modernização do subsistema de armazenamento USP-V da HDS, alterando a capacidade de armazenamento destes storages, em cada um dos Centros de Processamento, de 480 TB (terabytes) para 2.000 TB.
  • Instaladas as fitotecas para os mainframes nos sites CPRJ e CPSP, permitindo a devolução dos silos robóticos tecnologicamente defasados. Com a desmobilização dos Mainframes, as fitotecas poderão ser direcionadas para atendimento a plataforma aberta.
  • Foi efetivada a aquisição de solução de gerenciamento de impressão para os mainframes, permitindo a modernização dos processos de impressão e, posteriormente, com a desativação do mainframe, a incorporação deste gerenciador a plataforma baixa, garantindo assim a preservação dos investimentos realizados na aquisição.
  • Foi realizada a atualização da infraestrutura de software do PRISMA, evitando que eventuais paradas por indisponibilidade do ambiente afetassem os serviços de concessão de Benefícios.
  • Foi implementada a metodologia do “Selo de Qualidade de Software”, que visa a melhoria da qualidade dos produtos de software desenvolvidos pela Dataprev.  O trabalho não se restringiu a gerar o selo para os produtos de software entregues pelos projetos, mas visa, principalmente, a corrigir falhas nos processos, identificar redução de custos e melhorar a eficácia dos recursos de desenvolvimento da Dataprev.
  • Implantado processo de monitoração centralizada de rede WAN nos Centros de Processamento Rio de Janeiro, São Paulo e Distrito Federal e monitoração dos circuitos que interligam as localidades das Centrais 135 no Centro de Processamento do Rio de Janeiro.
  • Foi implementado o novo monitoramento em plataforma baixa para os seguintes serviços: CNIS/SIBE, RFB, MTE e ECO possibilitando a melhoria da monitoração destes serviços.
  • Elaborou plano de contingenciamento dos processos de trabalho da Superintendência de Atendimento (SUAT), das Unidades Regionais da Dataprev e também da Superintendência de Desenvolvimento e Sistemas (SUDS). Em relação as ações de continuidade de negócios, foi dado início ao processo de provisão de infraestrutura para contingenciamento (e continuidade de negócios) dos sistemas do MTE (cerca de 80% concluído em 2013) e também do Sistema de Benefícios (SIBE) do INSS (iniciado).
  • A Dataprev desenvolveu a nova solução de autenticação e autorização de acesso a sistemas, o GerID. Alguns atrasos em relação ao desenvolvimento deste Sistema ocorreram em virtude da multiplicidade e da complexidade de requisitos dos sistemas finalísticos dos clientes, além da diversidade de arquiteturas de implementação nos sistemas mantidos pela empresa.
  • Em relação a implementação da arquitetura orientada a serviços (SOA), a Dataprev definiu escopo (requisitos) e implementou solução SOA nos ambientes de desenvolvimento e produção. A implantação de uma arquitetura orientada a serviços (SOA) trouxe vários benefícios à empresa. Destaca-se a interoperabilidade, onde é possível à disponibilização de serviços para apoiar múltiplas plataformas e clientes, facilitando assim a gestão centralizada dos serviços e a comunicação entre sistemas heterogêneos. Outra vantagem importante trazida pela implantação do SOA é o controle de acesso aos serviços, que favorece a estruturação de políticas para evitar sua indevida utilização. A implantação do ambiente SOA iniciou um processo de mudança no modo de trabalhar da empresa, atualmente baseado em aplicações para uma arquitetura totalmente pensada em serviços reutilizáveis.
  • A Dataprev celebrou convênio com a Universidade Federal de Minas Gerais visando o intercâmbio de conhecimentos sobre a tecnologia de Big Data, com vistas a possibilitar o desenvolvimento de serviços de cruzamentos dados estruturados e não estruturados. O  Convênio foi firmado em 2013 e o projeto-piloto vem sendo desenvolvido em parceria com a UFMG. A Dataprev preparou a infraestrutura interna e os ambientes de processamento de dados para realização do projeto-piloto.
  • A empresa estruturou também uma área para tratar de projetos envolvendo a aplicação de inteligência de negócios (Business Inteligence).
  • O processo de transposição das bases de dados dos sistemas da RFB e PGFN para plataforma baixa ocorreu durante os dias 09 a 26 de dezembro, abrangendo as fases previstas no projeto de migração conduzido pela área técnica. No dia 27 de dezembro de 2013, os novos sistemas em plataforma baixa estavam disponíveis para uso nas Delegacias da RFB, Procuradorias da Fazenda Nacional e na Internet. Trata de um projeto que abrangeu em esforço de migração de 8,5 bilhões de registros para banco de dados relacional (Oracle) e envolveu esforço de reescrever mais de 3,4 mil linhas de código para plataforma Java, sendo considerado um dos maiores projetos do gênero no mundo.
  • O processo de desmobilização total dos ambientes de Mainframe MV2 e CV2 ocorrerá no ano de 2014. Em relação a plataforma CV3, a desmobilização depende ainda da conclusão do processo de redesenho e migração do novo Sistema de Benefícios (SIBE II) que está sendo desenvolvido pela Dataprev, assim como demais aplicações “satélites”, referentes a Benefícios da Previdência Social, hoje residentes no mainframe UNISYS CV3.

Tags: , , , , , , ,


Fornecimento de Soluções Tecnológicas aos Clientes

Enviado por Dataprev - Terça, 04 de novembro de 2014

Principais Benefícios Alcançados em 2013 – Fornecimento de Soluções Tecnológicas aos Clientes

  • O Portal CNIS/SIBE foi disponibilizado em produção para uso pelas Agências da Previdência Social (APS), contemplando ainda as funcionalidades relativas a BPC-LOAS (benefícios assistenciais). As funcionalidades relativas às espécies de benefícios por incapacidade foram disponibilizadas para uso, como piloto, em algumas Agências da Previdência Social: APS Brasília-Sobradinho e APS Araraquara. Foram entregues: módulo de controle e concessão de benefícios para segurados especiais, contemplando a possibilidade da auto informação e de verificação de informações em bases sociais do Governo. A Dataprev implementou  os módulos de reconhecimento de período de atividade por decisão judicial, para fins de reconhecimento de direitos e benefícios dos trabalhadores, e de reconhecimento de período de atividade por demanda recursal, para garantir os direitos e benefícios dos segurados quando da decisão proveniente de determinação do Conselho de Recursos da Previdência Social. O processo de expansão nacional está previsto para ocorrer durante o ano de 2014, após conclusão do processo de desenvolvimento do SIBE I para as demais modalidades de benefícios.
  • SIBE II – Processo de Construção na Nova Folha de Pagamento dos beneficiários: a Dataprev implementou o cálculo de RMI (Renda Mensal Inicial) para aposentadorias, realizou a modelagem de nova base de créditos e desenvolveu solução para geração de créditos – versão 1.0, contemplando a execução de 60% das rubricas de orçamento da entidade. A versão disponibilizada contempla ainda o painel de acompanhamento da folha de pagamento e a ferramenta de batimento de informações (conferência automática da geração do crédito).
  • SIRC – Sistema de Identificação e Registro Civil: conclusão do desenvolvimento do sistema,  aguarda a publicação do decreto de regulamentação para implantação nacional. Estima-se que, em 2014, após a homologação definitiva, seja dado início ao processo de implantação nacional do sistema.
  • Internalização da Sala de Monitoramento do INSS, que tem como objetivo acompanhar, em tempo real, as informações relativas ao atendimento nas mais de 1.500 Agências da Previdência Social em todo o país. Além disso, destaca-se o apoio ao INSS na definição do processo de reformulação dos canais de atendimento para implantação de novos sistemas de gestão, iniciados no ano de 2013.
  • Foram desenvolvidas, homologadas e implementas nos sistemas da Receita Federal as novas regras para o parcelamento de dívidas previdenciárias de órgãos públicos, previstas nas Leis Federais n. 11.960, de 2009 e 12.058, de 2009. A implantação dessas modificações permitiu, de imediato, a consolidação e a cobrança de aproximadamente 90 mil parcelamentos represados, evitando a prescrição de créditos relativos a dívidas de contribuintes com a União.
  • A Dataprev implementou novas regras para o cálculo de Guias da Previdência Social (GPS) emitidas / pagas com atraso, atendendo as regras da legislação vigente e a implantação do módulo de cálculo de Multas por Atraso de Entrega de Guias de Recolhimento do FGTS e de Informações Previdenciárias MAED-GFIP, com previsão de implantação e efetiva utilização no ano de 2014.
  • A Dataprev atuou na melhoria e unificação dos cadastros da Receita Federal (PUC), atingindo os seguintes objetivos:

PUC 3: Desenvolvimento, homologação e implantação do Sistema de Cálculo e aferição de obras de construção civil que permitirá a emissão da Declaração de Informações sobre   Obras – DISO.
PUC 5: Executou-se a Unificação de Cadastros dos Contribuintes com os sistemas de cadastro previdenciários implementado.
PUC 9: A Dataprev desenvolveu o módulo de compensações e restituições de contribuintes com base em dados dos sistemas previdenciários. A implantação nacional do módulo está prevista para o ano de 2014.
PUC 11: Foi desenvolvido e homologado o módulo de certidões de contribuintes, que permitirá a emissão da Certidão Unificada da Receita Federal do Brasil. O processo de implantação nacional está previsto para 2014.

  • Publicação e divulgação dos dados estatísticos sobre emprego e renda no Brasil,  através da publicação do Relatório Anual de Informações Sociais (RAIS) e do batimento com o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – CAGED. Em relação ao CAGED, a Dataprev implementou o módulo de emissão de dados com certificado digital, atendendo a obrigatoriedade deste mecanismo, previsto na Legislação.
  • Em relação ao Sistema do Seguro-Desemprego, a Dataprev implementou diversos controles sistêmicos, através de cruzamento de informações de concessão com outros sistemas de informações sociais do Governo Federal. Foi implementada também nova rotina de controle de concessão para pescadores artesanais, com o batimento de informações com o sistema do Registro Geral de Pesca (RGP), mantido pelo Ministério da Pesca e Aquicultura. Ainda em relação ao módulo Pescador Artesanal, realizou-se batimento de dados de beneficiários com a RAIS dos últimos 5 (cinco) anos. Por último, foram desenvolvidos novos Relatórios de desempenho do seguro-desemprego e dos sistemas de intermediação de mão-de-obra e da base de gestão.
  • Foram desenvolvidas as 2 (duas) primeiras etapas do novo Sistema de Controle de Autos de Infração (SCAI) e o início do processo de desenvolvimento e migração dos sistemas de inteligência de negócios da Previc, migrando da plataforma Business Objects para a plataforma Webfocus.
  • Implementou a primeira versão do CNIS–RPPS, sistema cadastral dos servidores abrangidos pelo Regime Próprio de Previdência Social. Foi também implementado a primeira versão do Sistema de Informações Gerenciais do RPPS (INFORME-RPPS).
  • A Dataprev e o Serpro estabeleceram um consórcio (Consórcio Serpro x Dataprev – CSD) com a finalidade de desenvolver o novo Sistema de Gestão de Pessoas – Sigepe e o novo sistema de estruturas organizacionais da Administração Pública Federal – Siorg. A Dataprev atuou no desenvolvimento das funcionalidades de negócios relacionadas a avaliação de desempenho (AD), gestão de anistiados, serviços públicos ao cidadão e gestão de desenvolvimento de pessoas. O cronograma do projeto foi executado de acordo com o cronograma estabelecido pelo Consórcio.
  • Realizou a publicação das informações do Anuário Estatístico da Previdência Social no modelo de dados abertos. Implementou solução na internet que disponibiliza 102 conjuntos de dados, envolvendo seis grupos temáticos: acidentes de trabalho; benefícios; contribuintes, serviços previdenciários, créditos e receita. São informações estatísticas agregadas, em três formatos (CSV, XML, JSON), que não identificam nem cidadãos nem empresas. O trabalho foi feito com o CKAN, software livre especializado na publicação de dados abertos.

Tags: , , , , , , ,


Dataprev completa 40 anos: mesma missão, novos desafios

Enviado por Dataprev - Terça, 04 de novembro de 2014

A Dataprev completa 40 anos neste 4 de novembro com uma carteira diversificada de serviços e clientes, equilibrada financeiramente, equipada com uma infraestrutura logística e de TI moderna, alinhada a processos consistentes de planejamento e gestão. Com credibilidade reconhecida pelo mercado. Uma conquista digna de celebração e orgulho, empreendida por todos os empregados. A comemoração oficial está programada para o próximo mês, em conjunto com os eventos que vão marcar a reinauguração do edifício-sede, após ampla reforma nas instalações.

Para Rodrigo Assumpção, presidente da Dataprev, a empresa chega aos 40 anos com sua missão e visão bastante atuais: fornecer soluções de tecnologia da informação e comunicação para a execução e o aprimoramento das políticas sociais do Estado brasileiro; e ser o principal provedor de soluções tecnológicas para a gestão das informações previdenciárias, trabalhistas, sociais e de registros civis da população brasileira.

Segundo ele, a Dataprev preparou-se para o ritmo acelerado da evolução da tecnologia, que vai continuar exigindo investimentos constantes na atualização de seus sistemas e na estruturação de seus processos para enfrentar os desafios das próximas décadas, sobretudo na área social. Na opinião de Assumpção, o conjunto dos empregados da Dataprev venceu desafios significativos para pôr em andamento uma transformação importante de paradigma, que, segundo ele, está apenas no começo. “Nos últimos anos, a empresa mudou sua plataforma tecnológica, agora baseada em linguagens abertas; mudou a metodologia de trabalho, cada vez mais afinada a sistemáticas que articulam planejamento estratégico, acompanhamento de metas e remuneração variável; e mudou o escopo de atuação, com projetos relevantes em muitos órgãos de governo, sem deixar de ser a principal parceira da Previdência Social. Esse amplo movimento de expansão só foi possível porque seus protagonistas, os empregados da Dataprev, demonstraram criatividade, empenho e grande qualificação técnica.”

As conquistas projetam novas metas, diz Assumpção. “A Dataprev terá que enfrentar dois fatores desafiadores: o ritmo cada vez mais intenso da tecnologia e a pressão dos clientes e da sociedade por tempos cada vez menores de entrega de resultados. Sem deixar de avançar na modernização  e na atualização constante dos seus sistemas e processos.”

Com um quadro de cerca de 3.800 empregados distribuídos por todo o país, nos últimos cinco anos a empresa ampliou em mais de 200% a capacidade de energia e refrigeração dos seus data centers, medida fundamental para que se possa aumentar a sua capacidade computacional. Para dar conta das novas demandas, o sistema de armazenamento de dados dos centros de processamento também passou de 1 para 6 Petabytes.

“Precisamos agora conseguir aprofundar a revisão de processos”, afirma. Na verdade, este é um movimento, que, na avaliação do executivo, à frente da Dataprev desde 2009, nunca deve acabar. “Precisamos manter uma espiral ascendente de melhorias, buscando sempre mais para a evolução da empresa.”

Futuro – O novo ciclo de investimentos da Dataprev, segundo Assumpção, prevê equipar com mais máquinas os centros de processamento da Dataprev no Rio de Janeiro, em São Paulo e no Distrito Federal. E também identificar e antecipar soluções e serviços que possam resolver problemas concretos dos clientes. “Com a aproximação cada vez maior entre a TI e o negócio — o que significa, no caso da Dataprev, o apoio tecnológico às políticas públicas, sobretudo na área social –, as demandas crescem. Para atendê-las é preciso atualização de infraestrutura, de tecnologia, e de processos. E, é claro, o apoio constante de pessoas cada vez mais qualificadas.”

Entre oportunidades pontuais que já estão no radar da Dataprev para o futuro, o executivo aponta a computação em nuvem, que permite oferecer infraestrutura e aplicativos como serviço, e processos já consagrados, como arquitetura orientada a serviço (SOA). Com a transferência crescente de serviços destinados ao cidadão para a internet e para plataformas móveis, a empresa também investe em desenvolvimento de sistemas que enfatizem aspectos de design, usabilidade e acessibilidade, capazes de abranger um número amplo de canais de atendimento.

“Eu espero que a Dataprev daqui a 40 anos continue contribuindo com as políticas sociais do país ao promover o uso cada vez mais intenso e responsável do gigantesco tesouro que são os dados sociais que administramos”, finaliza Rodrigo Assumpção.


Tags: , , , , ,


Páginas: 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 ...130 131 132 Próxima
Dataprev - Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social
Centro Empresarial Parque Cidade Corporate
Setor Comercial Sul Quadra 9 Bloco A, Torre B, 1º e 2º andares - Brasília - DF - CEP 70308-200
Telefone: +55 61 3207-3000
Logo da Licença Creative Commons Todo o conteúdo está licenciado sob a CC-by-sa-2.5, exceto quando especificado em contrário e nos conteúdos replicados de outras fontes.