Portal do Governo Brasileiro

Siprev: Software gratuito desenvolvido pela Dataprev ganha nova versão

Enviado por Aline Pessotti - Terça, 03 de julho de 2012

O Sistema de Gestão dos Regimes Próprios de Previdência Social (Siprev) é um software gratuito que permite o gerenciamento de informações referentes a servidores públicos (civis e militares), ativos e inativos, pensionistas e demais dependentes da União, Estados, Distrito Federal e Municípios que possuam Regime Próprio de Previdência Social (RPPS).

Ele foi desenvolvido em 2009 pela Dataprev para o Ministério da Previdência Social, através da Unidade de Desenvolvimento Ceará (UDCE) e é utilizado atualmente por aproximadamente 350 entes federativos.

Na última quarta-feira (27), o Siprev ganhou uma nova versão, a 2.0, em substituição à v.1.1.32. Esta versão vem com novidades, principalmente, nas funcionalidades inerentes ao Censo Previdenciário. É possível agora, por exemplo, extrair relatórios para acompanhamento do Censo. Possui nova funcionalidade para seleção de grupo de beneficiários usando as inconsistências cadastrais dos servidores públicos e pensionistas como insumo para seleção, a emissão de um espelho do cadastro do beneficiário que compareceu ao Censo, além de permitir anexar pareceres sociais vinculados a cada beneficiário convocado.

“Esta mudança na aplicação é reflexo da continuidade do trabalho desenvolvido pela Dataprev, em parceria com MPS e MPOG, no intuito de evoluir o Siprev, e assim, fomentar o uso do sistema como principal ferramenta de gestão dos Regimes Próprios nos Estados e Municípios brasileiros. Dentre os benefícios elencáveis, podemos destacar o melhor controle sobre a execução do Censo Previdenciário no âmbito dos Entes Federativos e a maior transparência no processo de atualização de dados, dando também importância aos beneficiários que requerem tratamento especial para participação no Censo Previdenciário”, comenta Washington Santiago da UDCE.

A nova versão do Siprev foi disponibilizada no Portal do Software Público, que é hoje uma ferramenta muito importante para a distribuição do sistema para os Entes Federativos. Ela está em comunidade própria, que possui cerca de 2.800 membros cadastrados.


Tags: , , , ,


Software gratuito, Siprev permite gestão de servidores públicos

Enviado por Daniella Clark - Terça, 13 de março de 2012

Desenvolvido pela Dataprev para o Ministério da Previdência Social, o Sistema de Gestão dos Regimes Próprios de Previdência Social (Siprev) é utilizado atualmente por cerca de 350 entes federativos. O software gratuito — disponível no Portal do Software Público Brasileiro — permite o gerenciamento de informações referentes a servidores públicos (civis e militares), ativos  e inativos, pensionistas e demais dependentes da União, Estados, Distrito Federal e municípios que possuam Regime Próprio de Previdência (RPPS).

“Desse total de entes federativos, 331 já têm planos de trabalho com a Secretaria de Políticas de Previdência Social (SPS), ou seja, têm formalmente uma agenda de trabalho para implementação e utilização do Siprev”, explica o gerente da Dataprev Antonio Mario de Souza Oliveira.

A solução livre foi desenvolvida pela Unidade de Desenvolvimento de Software da Dataprev no Ceará, em linguagem Java e banco de dados PostgreSQL e já tem uma nova versão a caminho. O trabalho em andamento tem o objetivo de incluir dados mais detalhados sobre os servidores públicos, pensionistas e beneficiários, além de reestruturar o modelo de dados e aprimorar a rotina de batimento das bases de dados dos RPPS. Está prevista ainda a criação de novas consultas gerenciais voltadas para a visão de gestão de recursos humanos do Ministério do Planejamento.

“Tudo isto irá disponibilizar para os RPPS e os órgãos de controle sistemas otimizados que possibilitarão uma gestão acurada dos cadastros e, por consequência, economia de recursos”, ressalta Oliveira.

O Siprev é uma das aplicações de um projeto maior, denominado Sistemas dos RPPS (SRPPS), composto de outras ferramentas, como o CNIS RPPS (Cadastro Nacional dos RPPS) e o Informe RPPS (Informações Gerenciais dos RPPS). As atuais versões das ferramentas estão sendo aprimoradas para atender às novas necessidades.

Segundo Oliveira, o projeto é fruto de um convênio entre os ministérios da Previdência Social e do Planejamento.  Segundo informações divulgadas pelo Ministério da Previdência, a conclusão do Sistema de Cadastro Nacional dos Regimes Próprios permitirá o cruzamento de dados de todos os regimes próprios do país, possibilitando assim identificar acumulações indevidas de benefícios por parte dos servidores. Ainda segundo informações divulgadas pelo ministério, uma experiência piloto feita em 2009, que envolveu a União e 13 Estados, com o sistema ainda em desenvolvimento, identificou cerca de 190 mil indícios de acumulação de benefícios.

Integração – Os dados já organizados pelo Siprev/Gestão serão enviados para o CNIS RPPS, um grande banco de dados dos servidores públicos de todo o país. A grande vantagem do CNIS RPPS é evitar fraudes, a partir de um controle eficaz dessas informações, inclusive com o cruzamento desse banco com o CNIS do regime geral e de outros regimes próprios.

Essas informações retornam para o RPPS como relatórios chamados de Informes de Previdência. O informe traz dados que irão auxiliar os gestores municipais na formulação de políticas adequadas. Com a entrada dos RPPS na base do CNIS/RPPS, será possível reduzir os casos de fraude, duplicidade de benefícios ou resolver problemas relativos a teto remuneratório, entre outros.


Tags: , , , , ,


Siprev: software ajuda a coibir fraudes previdenciárias

Enviado por Jorge de Castro - Quarta, 28 de outubro de 2009

A Previdência Social apresentou a gestores estaduais e municipais o Sistema Previdenciário de Gestão de Regimes Públicos de Previdência Social (Siprev). A apresentação da nova ferramenta ocorreu, durante o primeiro dia do I Encontro Nacional do Software Público, realizado em Brasília, de 27 a 30 de outubro.

O Siprev é uma ferramenta de gestão das informações referentes a servidores públicos (civis e militares), ativos e inativos, pensionistas e demais dependentes da União, estados, Distrito Federal e municípios que possuam Regime Próprio de Previdência Social (RPPS). O aplicativo é desenvolvido pela Unidade de Desenvolvimento Ceará (UDCE) da Dataprev e está todo ambientado em software livre (Java e MySQL).

Segundo a coordenadora-geral de Estudos Técnicos, Estatísticos e Informações Gerenciais do Departamento de Regimes Próprios do Ministério da Previdência (MPS), Nancy Abadia, o Siprev vai permitir a formação de bancos de dados com séries históricas relativos a estados e municípios. “É uma importante ferramenta para uma avaliação atuarial correta, para o Censo Previdenciário, emissão de certidões de tempo de contribuição e simulação e concessão de benefícios”, exemplificou Abadia.

Confiabilidade – A coordenadora do MPS ressalta ainda que a Secretaria de Políticas de Previdência Social, em conjunto com a Dataprev, está definindo, desenvolvendo e sustentando soluções em TI para gestão dos regimes próprios. “A Dataprev nos dá a credencial que garante aos entes federativos que as soluções terão continuidade, tanto no desenvolvimento como para novas funcionalidades do Siprev, visando a melhoria dos dados dos servidores públicos brasileiros”, completou Nancy.

CNIS/RPPS – É por meio do Siprev/Gestão de RPPS que os gestores dos regimes próprios poderão alimentar o Cadastro Nacional de Informações Sociais de Regimes Públicos de Previdência Social (CNIS/RPPS). Assim, será possível fazer o batimento dos bancos de dados relativos aos servidores públicos dos estados e municípios. Será por meio dessa verificação de dados que a Previdência Social conseguirá encontrar servidores que, por exemplo, recebam benefício de aposentadoria pela União (invalidez), mas em algum município esse funcionário está trabalhando como servidor da ativa.

Segundo o gestor do projeto na Dataprev, Alex Arrais, o Siprev já faz o cruzamento de informações dentro do mesmo ente federativo, impossibilitando acúmulo de cargos contrário à legislação. “Mas com o batimento pelo CNIS esse limite é extrapolado para os outros entes”, explica Arrais. Até agora 12 estados mais o Distrito Federal já fizeram o convênio com o MPS para que a Dataprev faça o cruzamento do banco de dados referentes aos servidores.

Acesso – Atualmente, para ter acesso à comunidade Siprev e baixar o programa no Portal do Software Público, é necessário que seja feito um cadastro prévio. Essa exigência será feita até que o registro de patente do sistema fique pronto junto ao Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI). A previsão é que a ferramenta esteja liberada livremente no Portal até dezembro deste ano.


Tags: , , , , , , , , , , , ,


Dataprev leva suas experiências à Latinoware 2009

Enviado por Dataprev - Terça, 20 de outubro de 2009

Cerca de 4 mil estudantes, entusiastas, especialistas e profissionais dedicados ao software livre estarão reunidos em Foz do Iguaçu (PR), de 22 a 24 de outubro, para a sexta edição da Conferência Latino-Americana de Software Livre (Latinoware 2009). Espaço dedicado às discussões e reflexões sobre a utilização de código aberto na América Latina, o evento  ocorre dentro  do complexo da hidrelétrica Itaipu Binacional.

Entusiasta do uso de padrões abertos, a Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social (Dataprev) participa mais uma vez do evento com palestras e estande que apresenta seus produtos. Adilson Oliveira Cruz apresenta o “SGA Livre – Dataprev”, explicando o funcionamento do Sistema de Gerenciamento do Atendimento que será disponibilizado no Portal de Software Público. Além disso, a programação do evento conta com duas outras palestras da empresa: “Modelo de Gestão de Servidores para as Agências da Previdência Social” (Ricardo Camargo Barioni) e  “O Ginga ajuda a criar o Sistema Latino-Americano de TV Digital” (Edson Luiz Castilhos e Marco Munhoz da Silva).[Confira a programação completa do evento]

Desenvolvido pela Dataprev, o projeto Siprev/ Gestão de RPPS , será apresentado por Márcia Lúcia Paes Caldas, da Secretaria de Políticas de Previdência Social do Ministério da Previdência Social. Fruto de parceria entre os Ministérios da Previdência e do Planejamento, o software vai permitir o cruzamento das bases de dados dos estados com o Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), a fim de levantar possíveis casos e tentativas de fraudes contra a previdência brasileira.

O que é? – Promovida pela Itaipu Binacional, Fundação Parque Tecnológico Itaipu – Brasil, Companhia de Informática do Paraná (Celepar) e Serviço Federal de Processamento de dados (Serpro), a Latinoware  promove uma extensa grade de palestras, mesas de discussão e workshops sobre temas ligados às tecnologias da informação e comunicação, sustentadas em sistemas de software livres desenvolvidos no continente.


Tags: , , , , , , , , , , , , ,


Dataprev - Empresa de Tecnologia e Informações da Previdência Social
Centro Empresarial Parque Cidade Corporate
Setor Comercial Sul Quadra 9 Bloco A, Torre B, 1º e 2º andares - Brasília - DF - CEP 70308-200
Telefone: +55 61 3207-3000
Logo da Licença Creative Commons Todo o conteúdo está licenciado sob a CC-by-sa-2.5, exceto quando especificado em contrário e nos conteúdos replicados de outras fontes.