Ir para o conteudo 1 Ir para o menu principal2 Pular lista Órgãos de Governo3
Fim da lista órgãos do governo

Usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no Portal Dataprev. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse nosso Aviso de PrivacidadeAo continuar navegando, você confirma que leu, compreendeu e consente com a utilização de cookies.

Atualizado em: 
qua, 21/09/2022 - 18:06

Ministério do Trabalho e Previdência inicia pagamento do segundo lote de benefícios. Parceira tecnológica, Dataprev realiza o processamento dos dados

rua com veiculos de taxis nas pistasO Ministério do Trabalho e Previdência (MTP) inicia, nesta terça-feira (30), o pagamento do segundo lote das duas primeiras parcelas de R$ 1.000,00 (cada) do Benefício Taxista. Com isso, foram beneficiados 31.867 motoristas de táxi em todo o Brasil. Considerando os dois lotes já pagos, já são 277.080 taxistas beneficiados e os recursos da União somam R$ 554 milhões.

Neste segundo lote, o estado de São Paulo registrou novamente o maior número de beneficiários, com 3.811 taxistas. Em seguida vem a Bahia com 3.418; Minas Gerais com 3.006; e Rio de Janeiro com 2.827. Juntos, esses estados representam 40,9% do total de taxistas beneficiados.

Ao todo, as prefeituras enviaram 35.942 cadastros no período de 5 a 15 de agosto. Quem já havia recebido no primeiro lote (pago em 16 de agosto) não receberá agora. Somente na próxima data de pagamento (parcela 3) em 24 de setembro.

O sistema para envio dos cadastros pelos entes municipais permanecerá aberto. As prefeituras poderão, portanto, continuar enviando os cadastros, para recebimento segundo o calendário ao lado.tabela com datas de pagamentos do benefício

Processamento

Em mais uma parceria com o MTP, a Dataprev é responsável pela análise e processamento dos dados fornecidos por municípios e pelo DF com as informações disponíveis em bases federais indicadas pelo Ministério – órgão gestor do benefício.

Prazo final

A data limite para envio dos cadastros será 12 de setembro de 2022. O valor e o total de parcelas do benefício poderão ser ajustados de acordo com o número de beneficiários cadastrados, respeitando o limite global disponível para o pagamento do auxílio, previsto na Emenda Constitucional.

Pagamentos

Os valores serão creditados em conta poupança social digital aberta automaticamente pela Caixa em nome dos beneficiários, com movimentação pelo aplicativo Caixa Tem. Não há necessidade de cadastro ou de envio de dados de conta para o depósito.

Caso o beneficiário não movimente a conta em até 90 dias, os recursos ora depositados serão recolhidos ao Tesouro Nacional.

 

*** Com informações do Ministério do Trabalho e Previdência.