Ir para o conteudo 1 Ir para o menu principal2 Pular lista Órgãos de Governo3
Fim da lista órgãos do governo

Usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no Portal Dataprev. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse nosso Aviso de PrivacidadeAo continuar navegando, você confirma que leu, compreendeu e consente com a utilização de cookies.

Atualizado em: 
sex, 16/09/2022 - 15:38

Até 10 de outubro, profissionais que realizarem o procedimento poderão receber as três primeiras parcelas, caso atendam todos os critérios do benefício. Dataprev é parceira tecnológica da iniciativa

 

caminhão em estradaOs sistemas da Dataprev registraram que 154.621 transportadores autônomos de carga de todo o país fizeram a Autodeclaração do Termo de Registro do TAC. O registro é referente até a segunda-feira (12) (18h01) e foi realizada pelos profissionais por meio do Portal Emprega Brasil e/ou aplicativo Carteira de Trabalho Digital – desenvolvido pelos especialistas da empresa pública.

De acordo com o Ministério do Trabalho e Previdência – órgão gestor da política pública – esses caminhoneiros poderão, se atenderem aos demais critérios, receber as duas primeiras parcelas do Benefício Caminhoneiro (julho e agosto). O pagamento deverá ocorrer junto com a terceira parcela, referente a setembro, no dia 24 deste mês.

Dados regionais

A região Sudeste foi a que contabilizou o maior número de autodeclarações, com 85.238 registros (55,13%) do total, seguido pela região Sul, com 29.617 autodeclarações (19,15%). Já o Nordeste obteve 22.132 (14,31%) e o Centro-Oeste, com 12.505 (8,09%).

Novo prazo

Até às 18h do dia 10 de outubro, os TACs ainda poderão realizar a autodeclaração no Portal Emprega Brasil e/ou aplicativo ‘Carteira de Trabalho Digital’.  Estão aptos a realizar a medida aqueles que estavam com o cadastro em situação “ativo” no Registro Nacional de Transportadores Rodoviários de Cargas (RNTR-C), da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), mas não tiveram registro de operação de transporte rodoviário de carga neste ano. Caso atendam todos os critérios, o grupo terá direito a receber todas as parcelas do Benefício Caminhoneiro-TAC.

Na autodeclaração, o caminhoneiro-TAC deverá afirmar que atende aos requisitos legais exigidos para recebimento do benefício e que está apto a realizar, de forma regular, transporte rodoviário de carga. Também será necessário informar o Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam) dos veículos cadastrados junto à ANTT.

O número detalhado de autodeclarações por município e região pode ser acessado na Tabela de Balanço (PDF)

Dataprev

A empresa pública é parceira do MTP e é responsável pela análise, cruzamento e checagem dos dados recebidos dos municípios e do DF com informações disponíveis em bases de dados do governo federal, a fim de verificar os critérios estabelecidos. O objetivo é identificar os profissionais elegíveis para receber o benefício.

 

Saiba mais aqui sobre o Benefício Caminhoneiro.

* Com informações do Ministério do Trabalho e Previdência.