Ir para o conteudo 1

Usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no Portal Dataprev. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse nosso Aviso de PrivacidadeAo continuar navegando, você confirma que leu, compreendeu e consente com a utilização de cookies.

Atualizado em: 
qua, 23/11/2022 - 17:19

Já o acumulado de janeiro a setembro supera os 2 milhões de empregos com carteira assinada. Dados são compilados em sistemas desenvolvidos pela Dataprev

Imagem de uma mulher sorrindo e olhando para uma tela de computador. Os dados de setembro do Novo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Novo Caged) apresentaram crescimento positivo, com geração de 278.085 postos de trabalho formais no País, com estoque de empregos recorde de 42.825.955 postos de trabalho com carteira assinada. Os dados são compilados em sistemas desenvolvidos pela Dataprev e foram divulgados, nesta quarta-feira (26), pelo Ministério do Trabalho e Previdência (MTP).

No acumulado deste ano, de janeiro a setembro, o saldo chegou a 2.147.600 novos postos de trabalho, decorrente de 17.614.259 admissões e 15.466.659 desligamentos no período.

No mês de setembro, o saldo positivo foi verificado em todas as 27 Unidades Federativas e em todos os 5 grandes grupamentos de atividades econômicas. O maior crescimento ocorreu no setor de Serviços, com saldo de 122.562 postos, com destaque para os subsetores de informação, comunicação e atividades financeiras, imobiliárias, profissionais e administrativas, com saldo de 59.210 vagas no mês. O setor do Comércio ficou em segundo lugar, com saldo positivo de 57.974 e a Indústria apresentou o terceiro maior saldo positivo, geração de 56.909 postos. O setor da Construção também registrou saldo positivo, com 31.166 postos e a Agropecuária registrou criação de 9.474 postos.

Nas Unidades da Federação o maior saldo ocorreu em São Paulo, com crescimento de +0,46% (61.167 novos postos) - destaque para o setor de Serviços (+33.600) e do Comércio (+12.854). Minas Gerais foi o segundo com maior geração, 23.723 novos postos (+0,53%), seguido do Pernambuco, com geração de 20.528 postos (+1,55).

Já de julho de 2020 a setembro de 2022, período de retomada do emprego formal no país, o saldo alcançou 6.131.865 novos postos de trabalho. Considerando janeiro de 2019 a setembro de 2022, foram gerados 5.376.503 novos postos de trabalho formais.

Os dados completos do Novo Caged de setembro podem ser acessados no site do Ministério do Trabalho e Previdência por meio do link: http://pdet.mte.gov.br/novo-caged.

**Com informações do Ministério do Trabalho e Previdência.