Ir para o conteudo 1 Ir para o menu principal2 Pular lista Órgãos de Governo3

Usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no Portal Dataprev. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse nosso Aviso de PrivacidadeAo continuar navegando, você confirma que leu, compreendeu e consente com a utilização de cookies.

Atualizado em: 
sex, 29/09/2023 - 11:47

Processados pela Dataprev, repasses do abono anual serão em maio e junho, conforme calendário do Instituto

senhor em primeiro plano sorrindo com celular nas mãosO presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva, assinou nesta quinta-feira (4), um decreto que antecipa o abono anual, informalmente conhecido como o décimo terceiro dos beneficiários da Previdência Social. A medida foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (5). A Dataprev realiza o processamento mensal da folha de pagamentos dos beneficiários do INSS.

Ao todo, 30 milhões de beneficiários vão receber o repasse em duas parcelas, em maio e junho, de acordo com o calendário habitual de pagamentos do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). O investimento total do Governo Federal é de R$ 62,6 bilhões.

Recebem o abono os segurados e dependentes da Previdência Social que, durante o ano de 2023, tenham recebido auxílio por incapacidade temporária, auxílio-acidente, aposentadoria, pensão por morte ou auxílio-reclusão.

O abono é usualmente pago no segundo semestre de cada ano, em agosto e novembro. A antecipação do benefício alcança todos os estados brasileiros e representa uma injeção significativa de recursos nos mercados locais.

São Paulo é o estado que receberá o maior repasse para pagamento do abono anual levando em conta os dois meses de pagamento. Serão R$ 17,7 bilhões em recursos. Na sequência aparece Minas Gerais, com R$ 6,9 bilhões em repasses, seguido pelo Rio de Janeiro (R$ 6 bilhões), Rio Grande do Sul (R$ 5 bilhões), Paraná (R$ 3,67 bilhões) e Bahia (R$ 3,6 bilhões).

* Com informações do Portal do Planalto.