Ir para o conteudo 1 Ir para o menu principal2 Pular lista Órgãos de Governo3

Usamos cookies para melhorar sua experiência de navegação no Portal Dataprev. Para ter mais informações sobre como isso é feito, acesse nosso Aviso de PrivacidadeAo continuar navegando, você confirma que leu, compreendeu e consente com a utilização de cookies.

Atualizado em: 
sex, 29/09/2023 - 14:32

Provir, interrompido durante pandemia, recebe público interessado em conhecer os ambientes premiados da empresa

Criado em agosto de 2009, e interrompido durante o período mais duro da pandemia, o Programa de Visitação e Relacionamento com a Dataprev (Provir) voltou a realizar visitas guiadas aos três data centers da empresa, na sede em Brasília, no Rio de Janeiro – o maior deles –, e em São Paulo.
 
Aberto a clientes, estudantes, profissionais de tecnologia da informação e, também, a empregados e colaboradores da Dataprev, o Provir mostra aos visitantes a infraestrutura que permite à empresa seguir atuando para fornecer soluções de TIC (Tecnologia da Informação e Comunicação) voltadas ao aprimoramento e à execução de políticas sociais do Estado brasileiro.
 
Durante a visita guiada de aproximadamente uma hora e meia, os participantes podem conhecer o NOC (Network Operations Center), Sala Segura e Sala-cofre e ainda a estrutura de geradores responsável por garantir que o funcionamento dos data centers seja de 24 horas por dia, nos sete dias da semana.
 
Nos data centers da empresa são processados e tratados grandes volumes de dados. Não à toa, a empresa cada vez mais se especializa em Inteligência Artificial, Análise de Dados e Big Data. A Dataprev é responsável ainda pela guarda e gestão de cerca de 35 bilhões de dados do Cadastro Nacional de Informações Sociais (CNIS), ecossistema que permite a concessão automática de direitos como aposentadorias e salário-maternidade, por exemplo.
 
Serviços em nuvem também estão disponíveis nos data centers, em modalidades como Infraestrutura como Serviço (IaaS), Monitoramento como Serviço (MaaS) e Proteção de Dados. Com agilidade, segurança e alta disponibilidade, atendem requisitos e normativos do Governo Federal.
 
Também passam pelas máquinas da empresa o processamento mensal de aproximadamente 37 milhões de benefícios previdenciários, pagos pelo INSS. Estão hospedados na Dataprev, ainda, a estrutura e o desenvolvimento que possibilitam disponibilizar mais de 100 serviços no app e no site do Meu INSS.
 
A aplicação da Carteira de Trabalho Digital (CTPS Digital) também é desenvolvida por especialistas da empresa, processada e hospedada nos data centers da empresa, onde estão ainda as aplicações on-line que fazem a liberação do Seguro-Desemprego e Abono Salarial.
 
Para solicitar uma visita, envie um e-mail para provir@dataprev.gov.br.
 
Saiba mais sobre os data centers da Dataprev
A Dataprev foi a primeira empresa pública do País a receber o selo Operational Sustainability e completar o ciclo Tier III. Possui ainda os selos Design e Facility. Os três data centers são certificados em Operational Sustainability no nível ouro, a classificação mais alta do sistema da organização global Uptime Institute, entidade máxima em certificação de data center e a única a emitir o certificado no padrão Tier.
 
Tudo isso atrelado a sustentabilidade. As unidades dispõem de sistemas de climatização de precisão para garantir condições de temperatura e umidade adequadas aos equipamentos de TI. A infraestrutura recebeu, inclusive, o selo CEEDA – Certified Energy Efficiency in Data Centres Award – que atesta as melhores práticas de eficiência energética. A Dataprev foi a primeira empresa pública da América Latina a conquistar a certificação.
 
Hoje, mais de 80% da energia consumida pela empresa e nos data centers têm origem limpa e renovável provenientes do mercado livre de energia. A Dataprev já deixou de emitir mais de 300 toneladas de CO2 e foram poupadas mais de 900 árvores. O uso de energia renovável se traduz, ainda, em economia financeira. Só no data center do DF, no primeiro contrato, a economia prevista é de pelo menos R$ 3 milhões.
 
Legendas: nas imagens, o diretor de Tecnologia e Operações da Dataprev, Antonio Hobmeir, recebe delegações estrangeira ligadas aos serviços previdenciários da Estônia e da Espanha